top of page
Buscar

Conheça os principais procedimentos buscados pelas mamães

Atualizado: 8 de mar.

Durante a gestação, o corpo da mulher atravessa uma série de transformações físicas e hormonais. Estas mudanças não apenas se refletem no aumento da barriga, mas também no acúmulo de gordura, no aumento das mamas, nos inchaços e, consequentemente, no ganho de peso.


Após o nascimento dos filhos, muitas mulheres adotam dietas e praticam exercícios físicos na tentativa de retornar à forma que tinham antes da gravidez. Entretanto, nem sempre esses métodos são suficientes. Descubra como os procedimentos de cirurgia plástica podem auxiliar na recuperação pós-parto.


Mommy makeover


  • Como as cirurgias plásticas ajudam na recuperação da mamãe?

Quando uma mulher passa pela gravidez e não consegue recuperar sua aparência desejada no tempo esperado (que pode variar dependendo do tipo de parto), surgem diversas frustrações em relação ao seu corpo.


O desconforto com a aparência está diretamente ligado à autoestima e, para uma mulher que acabou de se tornar mãe, isso se soma ao estresse da nova rotina. Esses sentimentos podem até evoluir para quadros de depressão.


  • Quais são as cirurgias plásticas mais procuradas pelas mães?

Durante a gestação, é comum o aumento de diversas partes do corpo devido a inchaços ou à evolução natural da gravidez. As principais queixas das novas mamães e os procedimentos indicados em cada caso são:


1. Flacidez abdominal: Muito comum em mulheres que ganharam peso durante a gestação, levando ao acúmulo de pele, flacidez muscular na região e excesso de gordura. A abdominoplastia é a cirurgia plástica mais indicada para corrigir a flacidez abdominal.


2. Flacidez das mamas: O aumento das mamas durante a gravidez estica a pele, levando à flacidez após o período de amamentação. Para corrigir essa flacidez, recomenda-se a mastopexia, procedimento que remove o excesso de pele e levanta as mamas.


3. Diminuição/queda dos seios: Mulheres que tinham seios pequenos e, após a gestação e emagrecimento, desejam aumentá-los podem optar pela mamoplastia de aumento ou pela mastopexia com o uso de próteses para levantar as mamas.


4. Mamas desproporcionais: Mulheres com seios volumosos antes da gravidez podem ficar com mamas desproporcionais devido ao aleitamento materno. Nesses casos, é indicada a mamoplastia de redução, que também pode ser associada a uma lipoaspiração.



5. Gordura localizada: Muitas mulheres desejam remodelar o corpo após a gravidez devido às gordurinhas extras. A lipoescultura é uma técnica ideal, pois remove a gordura de áreas específicas e a redistribui para outras partes do corpo, proporcionando equilíbrio no contorno corporal.


A decisão de uma mulher em optar por um procedimento estético após a gestação depende da cirurgia plástica que melhor se adequa ao seu caso específico, levando em conta também as condições do pós-operatório.


Por exemplo, a abdominoplastia pode ser realizada aproximadamente 12 meses após o parto, e o período de recuperação geralmente requer cerca de 20 dias de repouso.


Quanto às cirurgias relacionadas às mamas, é recomendado aguardar pelo menos quatro meses após a mulher parar de amamentar. Cada situação deve ser minuciosamente avaliada pelo cirurgião plástico, com o apoio do obstetra.


É relevante destacar que tanto a abdominoplastia quanto as cirurgias mamárias não impedem uma nova gravidez e o subsequente ganho de peso, o que pode influenciar nos resultados do procedimento realizado.


 



Realize sua cirurgia plástica no Plástica Pra Todos

17 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page